PS5

Como lendas japonesas influenciaram o anime


A Crunchyroll divulgou, nesta quarta-feira (7), um vídeo que explica as possíveis influências culturais por trás das maldições em Jujutsu Kaisen. Afinal, até que ponto todas aquelas criaturas são uma exclusividade da franquia?

O vídeo diz que fantasmas, demônios e o sobrenatural (de maneira geral) fazem parte do folclore japonês pelo menos desde o Período Heian, tido como a última divisão da história clássica japonesa, indo de 794 a 1185.

Lendas com esse teor atingiram o pico de popularidade durante o Período Edo, que durou de 1608 a 1868. Essa era foi marcada pela ascensão de Tokugawa Ieyasu, que estabeleceu um xogunato na cidade então conhecida como Edo (atualmente, Tóquio).

Leia mais: Jujutsu Kaisen | O feiticeiro que superou Gojo em um quesito

Foi durante o período Edo que o gênero Kaidan (histórias de fantasmas) se tornou realmente popular. Lendas de terror do Período Showa (1926-1989), bem mais recentes, também estão entre as mais conhecidas do país. Contudo, a verdadeira “era de ouro do oculto”, no Japão, ocorreu em 1970, de acordo com o vídeo da Crunchyroll.

“Parte desse interesse cultural [no sobrenatural] tem a ver com as duas religiões mais populares do Japão: o Xintoísmo e o Budismo”, consta no vídeo. “A crença dos Xintoístas é centrada no ‘Kami’, ou Espírito, que estaria presente em todas as coisas. Enquanto isso, o Budismo acredita em seis estados de existência: humanos, animais, fantasmas, demônios, entidades divinas e seres infernais.”

De acordo com o apresentador, as religiões poderiam ser uma das principais fontes de inspiração do autor Gege Akutami. Se você quer saber mais a respeito, assista ao vídeo completo, disponível acima. Para mais sobre Jujutsu Kaisen, confira esse cosplay incrível de Satoru Gojo.


Inscreva-se no canal do IGN Brasil no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Twitch! | Siga Diego Lima no Instagram.





Source link

Comment here